Buscar

post

ENEM 2016 Cancelamento pode ser questão de tempo

ENEM 2016 Cancelamento pode ser questão de tempo

Segundo a UBES (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas) mais de mil escolas estão ocupadas em todo o Brasil contra a reforma do ensino médio e contra a PEC 241 que limita os gastos com educação. A ocupação foi iniciada no dia 3 de outubro e é mantida por estudantes e manifestantes contrários ao governo Temer. Desse total de escolas ocupadas, 182 seriam utilizadas para a aplicação do ENEM 2016.

No dia 19 de outubro, o MEC se pronunciou dizendo que, se até o dia 31 de outubro, as 182 escolas não fossem desocupadas de modo voluntário o ENEM 2016 seria cancelado para mais de 100 mil candidatos e, possivelmente, reaplicado em nova data com os custos pagos pelos próprios manifestantes que estão ocupando as escolas. Especialistas em educação sugerem que o ENEM 2016 seja cancelado integralmente para o remanejamento dos locais de provas.

Perante a ocupação das 182 escolas que seriam utilizadas para a realização do ENEM 2016, muitos estudantes acreditam que o MEC deveria ter realizado o remanejamento dos locais de provas ao invés de ter estipulado um prazo para as desocupações ocorrerem de modo voluntário. Ainda não se sabe se as escolas poderão ser desocupadas através de condução coercitiva obedecendo a lei de desocupação de prédios públicos. Por outro lado o direito pleno à manifestação pública deve ser respeitado.

Segundo o cronograma oficial, as provas do ENEM 2016 serão aplicadas nos dias 5 e 6 de novembro de 2016.