Buscar

post

ENTREVISTA – O engenheiro ambiental em tempos de crise no meio ambiente

ENTREVISTA – O engenheiro ambiental em tempos de crise no meio ambiente

Para marcar o Dia do Engenheiro Ambiental, celebrado neste dia 31/01, o FAFBLOG conversou com coordenadora do curso de Engenharia Ambiental FAF, Betânia Latini. Ela faz um balanço dos desafios enfrentados pelo profissional da área e ainda comenta sobre sua importância em tempos onde o planeta convive com o dilema do progresso e da preservação do meio ambiente. E claro, a coordenadora também falou sobre o curso. Confira:

FAFBLOG – O que é a Engenharia Ambiental?
BETÂNIA –  É um ramo da engenharia que estuda, avalia e propõe medidas mitigadoras para os impactos ambientais provenientes das atividades humanas e, ainda, atua na prevenção destes impactos para garantir o desenvolvimento sustentável.

F – Quando uma instituição deve contratar um engenheiro ambiental?
B – O engenheiro ambiental é contratado para realizar o licenciamento ambiental de uma empresa/instituição, elaborar estudo ambiental antes da realização de uma determinada atividade potencialmente poluidora, fazer o cadastro ambiental rural (CAR) de uma propriedade, ser responsável técnico de uma empresa e acompanhar as atividades nela desenvolvidas, garantindo que não haverá danos ao meio ambiente, realizar estudos e campanhas de educação ambiental, atuar na gestão de grandes projetos que envolvam equipes multidisciplinares, dentre outras atividades.

F – Falando sobre mercado, na sua visão, as perspectivas são boas para esse profissional?
B – A Engenharia Ambiental é tida como o curso do futuro, pois é cada vez maior a preocupação das pessoas e governantes com o desenvolvimento sustentável. E, para que a economia de um país cresça sem causar impactos ou com impacto mínimo, é essencial a atuação deste profissional tanto no campo quanto nas cidades.

F – Você sente que a área tem seu valor compreendido e reconhecido pela sociedade? Se não, o que falta para isso?
B –A sociedade ainda tem dúvidas ou desconhece a atuação do Engenheiro Ambiental e, muitas vezes, contrata o profissional quando é autuado pelos órgãos ambientais ou pela polícia ambiental. Para reverter este quadro é necessário, porém, a divulgação maior do curso de Engenharia Ambiental e das áreas de atuação do profissional, alertando a população para a importância de atendimento às leis ambientais vigentes no país e mostrando que, se não houver mudança de atitude, todos serão impactados pela poluição.

F – Nos últimos dias, Manhuaçu e região viveram dias de caos com as cheias. Quais são os nossos maiores desafios na área ambiental, em sua visão, e como o engenheiro ambiental pode ser relevante para a superação deles?
B – Os eventos de cheias estão intimamente ligados às questões ambientais. Chuvas intensas são eventos que acontecem e não há como evitar, entretanto, seus impactos podem ser reduzidos através da conscientização das pessoas para evitar construções às margens de rios, caracterizadas como áreas de preservação permanente, e em topos de morros. Além disso, é importantíssima a realização de campanhas contra o excesso de impermeabilização do solo, que contribui para aumentar o escoamento superficial da água, além da necessidade de se manter a vegetação nativa de pé. Esta vegetação é capaz de aumentar a infiltração da água de chuva no solo, contribuindo, assim, para redução dos eventos de cheia. Outro ponto é o excesso de resíduos sólidos que entopem os bueiros e contribuem para o alagamento das ruas. Todas estas questões estão associadas e devem ser trabalhadas com a população constantemente, além da atuação de profissionais, como o Engenheiro Ambiental, em projetos estruturais de contenção e minimização das cheias nos centros urbanos.

ASSISTA NO FAFTV: ENGENHARIA AMBIENTAL FAF

F – Falando sobre a graduação, como funciona o curso de Engenharia Ambiental? Quais são as áreas estudadas?
B – O curso de Engenharia Ambiental tem duração de 5 anos, com aulas teóricas e práticas em laboratório, além de aulas de campo e visitas técnicas. Desta forma,  objetiva-se proporcionar ao aluno a vivência prática do que é tratado em sala de aula e, assim, compreender de maneira mais fácil as áreas de atuação do profissional. O curso é multidisciplinar, abordando desde cálculo, física, química e biologia, nos períodos iniciais. A partir de 2 anos são ministradas matérias com conteúdos específicos do curso, como hidrologia, geologia, resíduos sólidos, qualidade da água, tratamento de esgotos, avaliação de impactos ambientais, entre outras.

F – Sua palavra final aos estudantes de engenharia ambiental e também aos que sonham um dia se formarem na área.
B – Vocês, futuros engenheiros ambientais, terão um papel essencial na conscientização das pessoas e proteção do meio ambiente, fato que os tornam profissionais “chave” na  promoção do desenvolvimento sustentável do país e na garantia da qualidade de vida às presentes futuras gerações.

No Comments

Add your review

Your email address will not be published.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
Dúvidas? Fale conosco!